sexta-feira, 20 de julho de 2018

Hai Kai XI




Em meu domínio complexo
Te aplico dores sestrosas
Somos malabaristas do sexo.




terça-feira, 17 de julho de 2018

Hai Kai X


Dois corpos a compor
Intensa poesia sensual
Fodemos, bailarinos em torpor.






segunda-feira, 9 de julho de 2018

Hai Kai IX



Um pau que endurece
Uma buceta que pulsa
Uma foda se estabelece




quinta-feira, 5 de julho de 2018

Hai Kai VIII




Na minha buceta peluda
Emaranhada de aranhas
Te prenderei tesuda.





segunda-feira, 2 de julho de 2018

Hai Kai VII



Gemendo em desatino, 
Provoco teu gozo,
Me comer é teu destino




sexta-feira, 29 de junho de 2018

Hai Kai VI



Noite. Um gemido no ar
Não sei quem és
Fode-me sem parar





sábado, 23 de junho de 2018

Hai Kai V




Te empresto minha bunda
Macia como nuvens
Enterra a pica nela, afunda.






quarta-feira, 20 de junho de 2018

Hai Kai IV



Quantos goles de porra
De teu caralho bebi?
Saciedade em cio de cachorra.




segunda-feira, 18 de junho de 2018

Hai Kai III





Do teu caralho em lambança,
Na boca eu trouxe
Sabor de sexo na lembrança.





quinta-feira, 14 de junho de 2018

Hai Kai II




Um orgasmo na tenra idade
Nos faz querer gozar
Para sempre na eternidade.