segunda-feira, 9 de julho de 2018

Hai Kai IX



Um pau que endurece
Uma buceta que pulsa
Uma foda se estabelece




quinta-feira, 5 de julho de 2018

Hai Kai VIII




Na minha buceta peluda
Emaranhada de aranhas
Te prenderei tesuda.





segunda-feira, 2 de julho de 2018

Hai Kai VII



Gemendo em desatino, 
Provoco teu gozo,
Me comer é teu destino




sexta-feira, 29 de junho de 2018

Hai Kai VI



Noite. Um gemido no ar
Não sei quem és
Fode-me sem parar





sábado, 23 de junho de 2018

Hai Kai V




Te empresto minha bunda
Macia como nuvens
Enterra a pica nela, afunda.






quarta-feira, 20 de junho de 2018

Hai Kai IV



Quantos goles de porra
De teu caralho bebi?
Saciedade em cio de cachorra.




segunda-feira, 18 de junho de 2018

Hai Kai III





Do teu caralho em lambança,
Na boca eu trouxe
Sabor de sexo na lembrança.





quinta-feira, 14 de junho de 2018

Hai Kai II




Um orgasmo na tenra idade
Nos faz querer gozar
Para sempre na eternidade.






quarta-feira, 13 de junho de 2018

Hai Kai I



Cama macia ...
Ao som de gemidos,
Teu pau me sacia.


segunda-feira, 28 de maio de 2018

Versos Sáficos III



Agora eu, macha, te domino, sanha e sensualidade total,
Seguro teus pulsos, te imobilizo, pressiono a buceta na tua,
A minha, melada, de tesão por ti se torna quase escrotal,
E com ela te possuo como safada que teu corpo tumultua.

Corcoveio sobre teu corpo como cavalo enfurecido,
Encaixo em ti as coxas, gostosas e transversas às minhas,
Musculadas e potentes nos entregamos ao cio emputecido,
Duas cadelas fodendo, mas amando-se como Rainhas.

Sinto teu gozo na buça, molhada e ruidosa de amores,
Lambo esse fluído cheiroso, acre e sudorento odor,
Que inebria minh'alma, sedenta de putos labores.

Gozo enfim sobre ti,dentro da tua boca voluptuosa,
Derramo nela meu líquido viscoso e sem pudor,
Sentada na tua cara tensa, de puta safada e furiosa.