terça-feira, 27 de abril de 2021



 Eterno amor de pica,

Delírio mortal merecido

Pois todo gozo que fica

É de  uma vida o fio ensandecido.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020




Frescor da foda
Acelerada 
Feita em calor 

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Reclusão V



Em todo corpo o desejo
Na buceta a realização
No cu ofertado, o ensejo.


quarta-feira, 3 de junho de 2020

Reclusão IV




Satisfeita me sinto na buceta, 
Me masturbo, sensual e eficiente,
Derramo fluidos, brinco em minha teta.


quinta-feira, 28 de maio de 2020

Reclusão III



Só, procuro a mim mesma
Me encontro em meus dedos
E gozo, absurda como louca lesma.

terça-feira, 26 de maio de 2020

Reclusão II


Dona de mim
Abuso assim
Tarada por fim.

Reclusão I


Reclusa em plena recusa
Minha alma abusa
Meu próprio corpo me usa.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Hai Kai IV



Sol, solstício solar que encanta,
Meu corpo na praia sente, 
Areia guardada no rêgo da bunda ardente.




domingo, 22 de dezembro de 2019

Hai Kai III


 Nudez que de todo se desfruta,
Na excitação que o pau endurece,
Na doce visão da mulher puta.





quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Hai Kai IV



Caralho ordenhado de um de puro macho,
Esgotando as  gônadas de um safado,
Ouço gemidos de exaustão, de porra um riacho.