quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Fragrância


Cheiro, odor, acre, ácido, fragrância de buceta, perfume de cú, oferta aos meus putos, permissão para usufruir de algo não imaginado, o prazer inenrarrável de sentir da Rainha o que nela há de mais recôndito, de mais secreto, mais safado e indecente, os olores íntimos do dia a dia, aquilo que as suas fêmeas recatadas não permitem, o cheiro agridoce de uma calcinha no fim do dia, a buceta ainda não lavada o cu ainda suado, tudo aquilo que um filho da puta burguês safado esconde em sua mente suja e canalha, e, por isso mesmo, criativa e prazerosa.



6 comentários:

  1. Ahh, os olores e sabores da bela Amazónia selvagem...

    Devassada provocação esta, minha cara Mariangela... trés belle èpoque...

    Beijos bem demolhados!

    ResponderExcluir
  2. Que imagens excitantes de deixar uma mulher húmida e imaginando cenas eróticas. Que buceta linda a sua querida amiga.

    ResponderExcluir
  3. obrigada linda.....visitei sei blog e vi que voce sabe apreciar outra femea
    beijo safico

    ResponderExcluir