quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Poema sujo III




Aprecia-me, olha este corpo trabalhado e sensual,
Elogia estas coxas e exalta esta bunda rija e dura,
Mira estas tetas de mamilos arrepiados, nada usual,
Excita-te com meus pelos que nascem como relva madura.

Olha minha boca pronta a beijar, querendo chupar,
Teu caralho gostoso e tua língua safada,
Diviniza estes pés, bem feitos, tratados para adorar,
Excita-te, macho possuído, diante de tua tarada.

Não me toques, só observe meu corpo formoso,
Que te exibo com vigor de égua, de mulher de serralho,
Percorre minha bunda com teu olhar voluptuoso,
Imagina possuí-la de todo, nela meter seu caralho.

E goza meu puto, segura e fricciona esse pinto,
Arregaça fora a cabeça, pensando em mim,
Deixa fluir toda essa porra gostosa que sinto,
Pegajosa e densa, regando meus pelos como jardim.






3 comentários:

  1. Toby destroys him, upper body and feet. Ellis struggles to deal with it and he can't. But Toby is determined to toughen up and shows him no mercy at all. tickle abuse- tickling clips

    ResponderExcluir
  2. Que mata amiga, como o "furão" entra nessa toca de coelho? Nossa, que fascínio de perereca
    O poema é eroticamente deslumbrante.
    .
    Abraço

    ResponderExcluir